Cooperativismo: A Energia Do Terceiro Milênio – Festival FB 2012

Image

“Toda pessoa responde à música – ela afeta nosso corpo, nossa mente, nossos sentimentos. Quando as pessoas estão emocionalmente comprometidas pelos efeitos da doença, deficiência ou trauma, elas apresentam problemas para lidar com as situações da vida cotidiana. Estes problemas reduzem a qualidade de vida e diminuem a sua atenção, seu comprometimento nas atividades globais, sua motivação.

Por responder positivamente à música, toda pessoa que passa por um processo musicoterapêutico é engajada em atividades musicais que propiciam um contato com o seu EU interno, resgatando a motivação, a atenção, o comprometimento e o bem estar. A música pode ajudar as pessoas em uma ampla gama de circunstâncias desafiadoras.” – Musiclin, Clínica de musicoterapia

Gente, hoje eu queria falar sobre uma forma alternativa de terapia que é pouco conhecida, mas que vem se desenvolvendo constantemente, como não é difícil de se adivinhar, estou falando de Musicoterapia.

Essa se caracteriza como uma exposição do paciente com problemas físicos e/ou emocionais a sessões de música, cujas melodias e letras estimulam as sinapses cerebrais e provocam sensível melhora no quadro do mesmo, mas, cuidado! Este tipo de atividade só pode ser realizado por profissionais qualificados, não basta só ligar o som no último volume e passar o dia ouvindo música (apesar de que é bom também, né…). Geralmente há clínicas especializadas em Musicoterapia que oferecem programas para pacientes desde crianças a idosos.

Image

É um programa muito abrangente, apesar de exigir preparo. Pode ser realizado em escolas também, como uma espécie de lazer e distração para as crianças e também para descobrir possíveis talentos, muitos dos cantores famosos que o mundo já teve descobriram suas aptidões musicais em plena infância durante aulas de música ou de teatro.

 

Diversos estudos realizados por universidades famosas mundo afora atestam a eficiência da música em diversos tipos de tratamentos, um exemplo é o da Universidade de Alberta, Canadá, que comprovou ser  a música um mecanismo eficiente para o aprendizado da sucção e para aliviar a dor em procedimentos realizados em bebês prematuros. Os mesmos estudos, realizados entre 1989 e 2006, também comprovam que       a frequência cardíaca e o nível de saturação do oxigênio nestes bebês ficam mais estáveis quando os mesmos estão em um ambiente com música.

Outros estudos, menos famosos, porém, também comprovam a melhoria de pacientes em quadros de depressão, distúrbios alimentares e autismo. As sessões de Musicoterapia podem ser receptivos, quando o musicoterapeuta executa a música para o paciente, ou ativos, quando o paciente é quem a executa, ou canta e dança junto do musicoterapeuta. Há ainda as sessões em que a música é proveniente de CD’s ou arquivos digitalizados, sendo mais usadas para acalmar e fazer o paciente meditar ou até refletir acerca da letra ou da melodia.

Image

O dia do musicoterapeuta é comemorado no Brasil no dia 15 de Setembro, mas não é feriado nacional (deveria ser né…).

Mais uma vez, temos um exemplo de como a música pode ajudar transformando a vida das pessoas, tanto física quanto mentalmente e essas não são apenas nossas palavras, são as palavras da ciência.

Espero que tenham gostado do assunto que falamos hoje, foi algo bem interessante e tranquilo de se entender! Fiquem atentos porque próximos posts virão e com assuntos mais legais ainda! Se quiserem deixar comentários e sugestões, adoraríamos recebê-los!!!!

                                                                            Até a próxima,

Ana Freire.

 

Sites das Imagens: http://www.dialogosuniversitarios.com.br/pagina.php?id=2725

http://www.outramedicina.com/196/musicoterapia-para-criancas-com-capacidades-diferentes

http://blogs.jmnews.com.br/fluidospositivos

Comentários em: "Musicoterapia: O Que É Isso???" (4)

  1. mt legal esse blog…!!!

  2. Élcio Luis Gonçalves Lima disse:

    Bem verdade, a música tem sido uma importante ferramenta no auxilio da medicina. Aqui no Brasil existem vários projetos para ajudar pessoas que sofrem com o Mal de Alzheimer, ou seja pessoas com dificuldades na memória (algo assim, não sou um especialista), a musica ajuda essas pessoas pois muitas vezes a letra de uma música fica gravada em nossas cabeças, não esquecemos aconteça o que acontecer, e quando escutamos a essas músicas resgatamos antigas memórias ligadas a ela, tornando-se assim um método não convencional para o tratamento. Afinal todo momento da vida merece uma trilha sonora não é mesmo?

  3. Geórgia disse:

    A música é capaz de fazer coisas incríveis. Ela dá uma nova aura, uma vontade de viver incrível! Muito bom ver que além das aplicações ligadas ao lazer, esse instrumento tão importante está sendo usado para mudar a vida e melhorar a saúde das pessoas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: